Frete grátis para todo o brasil

As pedras que amamos!

Por: Patricia Benatti /

As muito procuradas pedras - ou gemas – são materiais que encontramos por todo o mundo, mas apenas uma pequena parcela é realmente de qualidade. Aqui, o papel das joalherias é agregar às pedras um bom design, ideias clássicas e modernas, e claro, ainda mais beleza e valor, fazendo com que elas se tornem presentes perfeitos e marcantes, para diversas ocasiões. O que nos leva a perguntar, você sabe quais pedras você tem em casa? Bom, neste artigo você irá aprender as principais diferenças entre as pedras que mais amamos!

 

Antes de tudo, é gema ou é pedra?

A Gema é um material geralmente natural, que é caracterizada por sua beleza, durabilidade e raridade. Como sua grande maioria são minerais, podemos dizer que “gema” e “pedra preciosa” são quase sinônimos.  Antigamente, o termo “pedra preciosa” era usado mais para Diamantes, Esmeraldas, Rubis e Safira, pedras mais conhecidas popularmente e mais quistas ao longo do tempo, o que tornava as demais opções como “pedras semipreciosas”, termo totalmente limitado quando pensamos em Água Marinha, Ametista, Tanzanita e por aí vai!

Por isso, por tratar de uma maneira “superficial” a questão de ser semi ou preciosa, deve-se chamar de gema, para equivaler a todas e não haver distinção entre elas.

 

Diamantes

O diamante, além de ser a pedra mais dura que se conhece - 150 vezes mais duro que o rubi e a safira - costuma ser também a gema mais cara do mercado.

(Foto crédito: Unsplash I Sabrinna Ringquist)

 

Ele é feito de carbono puro, mas é completamente diferente desse mineral, tanto em cor, textura e aparência. De todos os diamantes produzidos, 99,9% são incolores ou levemente amarelados, e usualmente quanto menos colorido ele for, maior será seu valor (a não ser que tenha uma cor específica).

Embora muita gente chame o diamante de brilhante, isso é uma grande confusão. “Brilhante” é um tipo de lapidação, não uma pedra preciosa. Como esse estilo de lapidação é o mais usado para o diamante, estabeleceu-se essa confusão. A lapidação de um diamante pode durar vários dias e é necessário muitas vezes usar um próprio diamante para poder ser feito, enquanto a lapidação de outras gemas raramente excede alguns minutos.

Anel Aparador de Diamantes Navete

(Anel de Diamantes Navete)

 

Esmeraldas

(Foto crédito: Unsplash I Sabrinna Ringquist)

 

A esmeralda é a variedade mais nobre do mineral berilo. Sua cor verde é devido à presença de quantidades mínimas de crômio e às vezes vanádio, e se conter menos de 0,1% de cromo, é considerada apenas berilo verde, não esmeralda.

Ela é uma das três gemas mais valiosas do mundo, ao lado do Diamante e da Rubi. As gemas de melhor qualidade, com 5 a 8 quilates, podem valer até US$ 5.600 por quilate.

Choker de Esmeraldas Princess I Choker de Esmeralda Colombiana Gota e Diamantes

(Choker de Esmeraldas Princess e Choker de Esmeralda Colombiana Gota e Diamantes)

 

Safira

A safira é uma variedade do mineral coríndon, famosa como pedra preciosa. Com exceção da cor vermelha, que identifica o rubi (outra variedade de Coríndon), a safira pode ter qualquer cor ou até mesmo ser incolor. As cores devem-se à presença de cobalto, crômio, titânio ou ferro em sua composição. Quando a cor não é especificada, o termo “safira” refere-se à variedade azul.

Fato curioso, você sabia que o anel de casamento de Lady Diana Spencer com Carlos, Príncipe de Gales era um anel de safira?

 

(Pulseira Tennis de Safira Rosa)

 

Água Marinha

Á água-marinha também é uma variedade do mineral berilo e tem esse nome por sua cor remeter à cor do mar.

Considerada a pedra preciosa mais típica do Brasil, Minas Gerias produz as águas-marinhas mais valiosas do mundo; aqui se encontrou a maior água-marinha já conhecida: 149,1 kg, com dimensões aproximadas de 52,1 cm de comprimento e 52,3 cm de diâmetro.

Fato curioso é que não existe atualmente Água Marinha sintética, e a Elizabeth II possui várias gemas que lhe foram dadas de presente quando ela esteve no Brasil.

(Anel de Água Marinha Cushion, Safiras incolores Carré e Diamantes Brancos)

 

Ametista

A ametista é a pedra de nascimento, associada a Janeiro e Fevereiro, e está associada aos signos de Peixes, Câncer, Áries, Capricórnio, Aquário e Sagitário. Caracterizada pelo roxo intenso e clássico, a ametista é uma variedade de quartzo transparente a semitransparente. Diz-se que a origem de seu nome é do grego a, "não" e methuskein, "intoxicar", de acordo com a antiga crença de que esta rocha protegia seu dono da embriaguez.

As jazidas mais importantes estão no Brasil, na Bahia, no Paraná, em Minas Gerais e principalmente Ametista do Sul no Rio Grande do Sul. Neste município, não são raros geodos com mais de 2 metros de altura.

Curiosidade: É a pedra oficial do curso de Letras, normalmente utilizada em anéis de formatura, simbolizando o esclarecimento.

 

(Brinco Solitário de Ametista Cushion e Colar de Ametista Coração)

 

Turmalina Paraíba

(Pulseira Tennis de Turmalina Paraíba Oval e Diamantes Brancos)

Por ser um dos mais complexos minerais de silicato, a Turmalina pode ter uma vasta gama de tons, e muito raramente são achadas incolores.

Existem outros tipos desta mesma pedra, no entanto, é a variação brasileira (turmalina paraíba) que é de fato relevante e valiosa. O nome Paraíba vem do estado onde ela foi descoberta, e vale pontuar também que é uma das pedras mais raras, mais caras e mais procuradas do mundo, podendo ser mais rara até que o diamante, estando presente – até o momento – em apenas 5 minas. Um quilate custa, em média, US$ 30 mil.

 

(Brinco Solitário de Turmalina Paraíba Oval)

Agora que já conheceu sobre algumas das pedras que gostamos muito de trabalhar, você também pode dar uma olhada no nosso site e descobrir qual a sua preferida, qual a lapidação que você gosta mais, qual ferro combina melhor com tal gema, e por aí vai!

Se seu caso for já ter uma joia em mente com uma pedra específica, nós também fazemos sob encomenda e você pode solicitar aqui.

 

 

--

Fontes:

https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-que-define-se-uma-pedra-e-preciosa-ou-semipreciosa/ I Acesso em 14/09/21 às 16h55

http://www.cprm.gov.br/publique/CPRM-Divulga/Canal-Escola/Algumas-Gemas-Classicas-1104.html I  - Acesso em 15/09 às 13h17

https://pt.wikipedia.org/wiki/Ametista – Acesso em 14/09/21 às 15h32